O mínimo que você deveria saber sobre estratégia (o mínimo mesmo)

De uma vez por todas, gestores e empresários precisam entender o que é estratégia, e como ela influencia uma empresa ou organização.

Saber sobre estratégia também vai te dar uma perspectiva diferente na sua vida.

Afinal, você pode transpor tudo que tá aqui a uma perspectiva pessoal!

Quando a gente fala de estratégia, a gente fala amplamente sobre o futuro de uma organização.

  • Como a gente vai competir com nossos concorrentes?
  • Como que a gente vai lidar com a quarta revolução industrial? (falei sobre 4.0 aqui e aqui)
  • Como que a gente vai manter os lucros frente a uma inovação disruptiva?
  • Como que a gente vai crescer nossa empresa?

Repare que todas as perguntas relacionadas à estratégia tem diversas respostas.

Você pode competir com seus concorrentes de diversas maneiras. Pode crescer sua empresa de diversas maneiras.

Uma empresa pode crescer investindo mais em marketing, contratando mais vendedores, diversificando seu nicho de atuação, e até inovando em produtos e serviços.

Por isso eu sempre falo que não adianta um consultor prescrever uma solução exata e padronizada para cada negócio.

É impossível tratar de estratégias de crescimento de uma universidade, por exemplo, do mesmo jeito que tratamos a estratégia de crescimento de uma startup.

Mas o que é estratégia afinal?

Essa é a pergunta de um milhão de reais, na verdade.

Para mim, pessoalmente, a estratégia é a direção que uma organização está indo.

Por exemplo, pegue as escola de inglês “You Speak” e a “You Say”.

  • A You Speak pode ter uma estratégia de vender cursos à distância, com tutores via Skype e mensalidades mais baratas.
  • A You Say pode ter uma estratégia de aulas tradicionais com muito valor, professores estrangeiros, e salas de aula preparadas para a tecnologia, com mensalidades mais caras.

Por outro lado, outros pesquisadores sobre estratégia podem pensar diferente.

Porter (2005), por exemplo, encara a estratégia como o que uma organização faz para “ser diferente” dos outros e ganhar vantagem competitiva.

Mintzberg (2003), o que eu gosto mais, diz que a estratégia é um padrão de decisões ao longo do tempo.

Independentemente da definição, a estratégia é sempre algo de longo prazo.

Se você quer saber ou formular a sua estratégia para os próximos 12 meses, provavelmente estará apenas colocando alguns objetivos para a sua empresa.

Objetivos são uma parte pequena da estratégia.

Se você quer saber a sua estratégia para os próximos 10 anos, aí sim, você precisa colocar a sua missão, visão, e valores na mesa.

Um jeito fácil de pensar isso é com o framework dos três horizontes, criado por Baghai, Coley, e White (2000). Dá uma olhada:

Os 3 Horizontes

Essa figura eu adaptei dos queridos Johnson, Regner, Scholes, Angwin e Whittington (2016)

Qualquer gestor deveria ter os três horizontes da estratégia em mente, bicho.

Vamos falar de cada um deles.

Horizonte 1:

É o que você faz hoje. Agora.

Você atende seus clientes. Faz seu marketing. Dá o seu melhor para crescer no mercado (ou pelo menos para não diminuir).

Entretanto, você sabe que daqui alguns anos, ou meses, pode surgir alguma inovação que acabe com o seu negócio.

Taxis e Uber, câmera de filme e câmera digital, jornais impressos e jornais online, enfim. Você sabe do que eu estou falando.

Em pouquíssimo tempo, um concorrente pode te dominar. Uma crise pode acontecer. Seu presidente pode ser afastado.

Enfim, são tantas variáveis.

E que bom que você chegou até aqui!

Muita gente nunca passa do primeiro horizonte para pensar na sua empresa ou na sua vida.

Horizonte 2:

É o que você pode fazer amanhã.

Por exemplo, você atende seus clientes hoje, mas sabe que pode ter outras atividades.

Um escritório de contabilidade poderia fazer um software diferente para ajudar as pessoas, com a ajuda de um programador.

Uma loja de roupas poderia usar tecnologia para ajudar as pessoas a provar um casaco sem vestir.

Uma empresa de logística poderia pensar alternativas e inteligentes para logística on-demand.

São coisas que dão trabalho pra fazer? SIM.

São coisas que podem garantir o seu crescimento amanhã (ou pelo menos a sua sobrevivência? SIM.

Sempre se lembre que pequenos passos levam a grandes distâncias.

Todo tipo de inovação incremental que você for fazer tem que ser lenta, gradual, começando pequeno para terminar grande.

E entenda inovação incremental como “trabalhar no seu produto“, ou aperfeiçoar ele.

Não vá enfiar guela abaixo as coisas na sua galera ou em vc mesmo, bicho.

Horizonte 3:

Total incerteza.

Você tem que pesquisar para responder o que sua empresa será daqui 5, 10, 15 anos.

E por pesquisa, eu digo pesquisa mesmo. Ciência.

Faça uma parceria com uma universidade, contrate um doutor ou um mestre para tocar um projeto.

E esse projeto tem que estar fora do seu escopo atualmente.

Esse projeto é provavelmente o que vai te tirar do mercado em 10 anos.

Um relatório da Forrester Research, por exemplo, diz que 6% das pessoas serão trocadas por robôs até 2021.

Ou seja, antes da próxima copa.

Enfim, o horizonte três é moldado por você.

E se você não moldar o horizonte 3, alguém vai.

Você tem a oportunidade de mudar isso.

Essa é a razão pela qual eu comecei a fazer esse trabalho!

Eu quero levar a ciência para a vida das pessoas e para dentro das organizações.

Eu já faço isso. Principalmente com a minha lista de emails.

Muitas pessoas tem se inscrito para receber algumas novidades que eu estou mandando por lá.

Provavelmente, nas próximas semanas estarei terminando meu ebook sobre estratégia.

Se inscreva lá, e seja o primeiro a receber!

Vai ser uma leitura de uma horinha, e eu tenho certeza que valerá mais do que muita disciplina de faculdade por aí.

Topa?

Clique Aqui!

REFERÊNCIAS

Porter, M. 2005. Estratégia Competitiva. Técnicas Para Análise de Indústrias

Mintzberg, H. 2003. Criando Organizações Eficazes. Estruturas em Cinco Configurações

 Johnson, Regner, Scholes, Angwin e Whittington, 2016. Exploring Strategy

Baghai, Coley, e White, 2000. The Alchemy of Growth

Agora você me ajuda comprando livros da Amazon! Repare que em cada livro da referência, tem um link. O preço para você é o mesmo, e eu ganho uma comissão de 3-5%. Se quiser me ajudar a continuar aqui, é uma boa, hein!

Photo by Matt Palmer on Unsplash

Um comentário em “O mínimo que você deveria saber sobre estratégia (o mínimo mesmo)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s